Desfavelização poderá dar um fim aos conflitos nas favelas da cidade

Hoje as favelas do Centro do Rio amanheceram em guerra. A cada dia os conflitos atingem um bairro diferente. O carioca não agüenta mais viver em uma cidade sitiada. A situação está insustentável. Precisamos colocar um freio nesta situação e este freio é a desfavelização da cidade. Somente um projeto deste tipo poderá colocar alguma ordem neste município.

 

Leiam abaixo a notícia na íntegra publicada hoje no site o Globo Online:

 

Pelo menos 300 policiais civis de 40 delegacias, sendo dez especializadas, fazem, desde o início da manhã desta terça-feira, uma megaoperação em morros do Estácio, na Zona Norte do Rio. Segundo informações do telejornal RJTV, da TV Globo, um homem foi morto no alto do Morro São Carlos. O objetivo da operação é cumprir vários mandados de prisão, inclusive os dos traficantes suspeitos de participar da morte de três jovens do Morro da Providência , entregues por militares do Exército ao tráfico.

Segundo as primeiras informações os helicópteros que participam da operação foram alvejados quando sobrevoavam a Favela Sacopã, na Lagoa. Agentes da Core foram até o morro e iniciou-se um confronto entre policiais e traficantes. Um homem, identificado como Elton da Lima da Silva foi morto .

Agentes da 6ª DP (Cidade Nova), Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) e Delegacia de Combate às Drogas (Dcod), além de um blindado e um helicóptero, vasculham o morro da Mineira em busca dos traficantes. Já houve tiroteio no local e, até o momento, apenas uma moto roubada foi apreendida.

O delegado responsável pelo caso dos jovens da Providência, Sérgio Caldas, admitiu, em entrevista ao RJTV, que há possibilidade de vazamento das operações nos morros. Ele disse ainda que haverá outras operações no Morro da Mineira para prender os traficantes acusados de participarem das mortes dos jovens da Providência.

Na semana passada, o traficante Edson de Oliveira Paiva, de 22 anos, conhecido como Chaperó, acusado de ser um dos traficantes do Morro da Mineira que teria participado da morte de três jovens do Morro da Providência no mês passado, foi preso em Itaguaí. Em depoimento, Chaperó confirmou estar chefiando a venda de drogas no dia, e disse ter presenciado a entrega dos rapazes. No entanto, negou participação nas torturas sofridas pelas vítimas e nas execuções. Apesar de o acusado recusar-se a admitir o crime, o delegado titular da 6ª DP, Rodolfo Waldeck afirmou que outros depoimentos levam a polícia a acreditar que o traficante tenha participado da execução.

Ele negou ainda que os bandidos da Mineira tenham pagado a militares do Exército pelos jovens, e que tenha havido um contato prévio dos militares. Mas, segundo a polícia, Chaperó confirmou que os integrantes da equipe do Exército disseram, na hora, estar levando um “presentinho” para Anderson Mendonça Coelho e Rogério Rios Mosqueira, o Roupinol, chefes do tráfico na Mineira, favela controlada por uma facção inimiga da que atua na Providência. 

Uma resposta to “Desfavelização poderá dar um fim aos conflitos nas favelas da cidade”

  1. IRACEMA Says:

    NÃO SÓ ATITUDE COMO VONTADE E MUITO TRABALHO E CORAGEM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: